Terça, 21 de Setembro de 2021 08:08
47 9.9201.1173
Geral Ùltima vez

Com sirene e jato d’água, comandante da GOL recebe homenagem em seu último voo

Em 46 anos de profissão e 28 mil horas de voo, Roberto se orgulha por ter treinado e formado cerca de 300 pilotos

31/08/2021 14h38 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação
Com sirene e jato d’água, comandante da GOL recebe homenagem em seu último voo

Hoje, após pousar pela última vez um Boeing 737 na pista do Aeroporto Internacional de Florianópolis, o comandante Roberto Costa sentiu que sua missão à frente de uma aeronave, desbravando os céus do Brasil, havia se cumprido.

Seu voo antes da sonhada aposentadoria saiu hoje de Congonhas, em São Paulo, às 10h15, e fez sua última parada no Aeroporto Internacional de Florianópolis às 12h.

Em 46 anos de profissão e 28 mil horas de voo, Roberto se orgulha por ter treinado e formado cerca de 300 pilotos e copilotos na área. Foram muitas horas ao lado de seus alunos no simulador, dando instruções de rotas ou até mesmo em voo dentro da cabine.

“Cada aluno que você forma, é um amigo que conquista. A aviação é o sonho de muitos e você está ajudando aquele desejo a se tornar realidade. Você transmite a sua experiência e isso será levado a outras gerações. Deixa-se a cabine, mas os ensinamentos estarão sempre na lembrança dos seus alunos, é muito emocionante”, diz o comandante Roberto Costa, da GOL.

Dos momentos mais importantes de sua carreira, o piloto relembra o dia em que transportou o ilustre Luiz Gonzaga, grande cantor e sanfoneiro pernambucano. Roberto toca gaita de boca, e ao avistar o artista na aeronave, teve a ideia de fazer uma homenagem com uma das músicas mais famosas de Gonzaga, “Asa Branca”, de dentro da cabine, ao microfone. O cantor ficou muito emocionado, agradeceu a música e disse que jamais havia recebido tal presente.

O que Roberto também não esquecerá jamais e que já lhe traz muita saudade é poder ver o desenho das nuvens, o nascer e o pôr do sol e as estrelas cadentes mais de perto. “Apreciamos tanta coisa quando estamos no comando da aeronave que será impossível esquecer cada momento”, completa o comandante Costa. Agora aposentado de sua profissão, Roberto, de 67 anos, quer desfrutar a família, os filhos e netos, e se dedicar a projetos pessoais e profissionais.

Veja o vídeo da chegada do comandante em seu último voo:

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias