Sábado, 04 de Dezembro de 2021
°

-

Geral Viajantes

Estados Unidos reabrem fronteiras a partir desta segunda

O que é preciso para entrar no país?

08/11/2021 às 16h13
Por: Redação
Compartilhe:
Estados Unidos reabrem fronteiras a partir desta segunda

Após uma proibição de 18 meses, estrangeiros terão permissão de entrar no país se apresentarem um comprovante de imunização e um teste realizado no prazo de três das antes do embarque.

Os Estados Unidos reabriram as fronteiras para turistas completamente vacinados de 33 países, incluindo o Brasil, a partir desta segunda-feira, 8. Após uma proibição de 18 meses, viajantes estrangeiros terão permissão de entrar no país se apresentarem um comprovante de imunização e um teste contra a doença realizado no prazo de três das antes do embarque. Cidadãos dos Estados Unidos e menores de 18 anos estão isentos da exigência de vacinação. Estadunidenses não vacinados deverão apresentar teste realizado um dia antes da viagem.

Quem pode entrar nos Estados Unidos?

Podem entrar nos Estados Unidos os turistas completamente vacinados, ou seja, que tenham recebido dose única ou as duas doses de um imunizante contra a Covid-19 14 dias antes do embarque. Será necessária a apresentação de um comprovante de vacinação e de um teste negativo para a doença realizado no prazo de três dias antes do embarque. Os cidadãos e crianças menores de 18 anos estarão isentos da exigência de imunização. Estadunidenses deverão fazer um teste comprovando que não estão infectados pelo coronavírus dentro de 24 horas antes da viagem. As exceções para não vacinados também englobam pessoas em viagem diplomática ou oficial de governo estrangeiro e pessoas com contra-indicações médicas documentadas para receber uma vacina contra a Covid-19.

Quais são as regras para as crianças?

Menores de idade não precisarão estar vacinados para entrar no país. No entanto, turistas com idade entre 2 e 17 anos de idade terão que apresentar um exame com diagnóstico negativo para a Covid-19, feito três dias antes do embarque se a criança ou adolescente for viajar com um ou mais adultos vacinados, e com um dia se não for.

Quais vacinas estão sendo aceitas pelo governo norte-americano?

As três vacinas aprovadas nos Estados Unidos: Pfizer, Moderna e Janssen,  bem como aquelas liberadas para uso emergencial pela Organização Mundial de Saúde (OMS): Oxford/AstraZeneca; CoronaVac, Sinopharm e Covaxin.

Tomei vacinas diferentes. Sou considerado ‘completamente vacinado’?

Sim. O Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) considera pessoas que receberam o sistema heterólogo como “completamente vacinadas”, desde que ambos imunizantes estejam na lista dos aprovados e que as doses tenham sido aplicadas com um intervalo de pelo menos 17 dias entre elas. “O CDC não recomenda a aplicação de vacinas combinadas, mas reconhece que essas estratégias são cada vez mais comuns em muitos países fora dos Estados Unidos. Portanto, com o propósito de interpretar os registros de vacinação para viagens aos Estados Unidos, o CDC aceitará combinações de vacinas  aceitas”, diz a agência.

Participei de um ensaio clínico. Posso entrar nos EUA mesmo assim?

Sim, desde que tenha completo o esquema vacinal com a vacina, não com o placebo.

Ao chegar nos Estados Unidos será preciso fazer quarentena?

Não. O governo norte-americano extinguiu a exigência de uma quarentena após o desembarque.

Como emitir meu comprovante de vacinação?

Como já mostrado anteriormente na Jovem Pan, o primeiro passo para emitir o Certificado Nacional de Vacinação é ter um cadastro junto ao aplicativo do governo. Em seguida, por meio do site ou o aplicativo do ConecteSUS, disponível na Play Store (Android) e na App Store (iOS), o indivíduo deverá realizar o login com os mesmos dados cadastrados no sistema gov.com. Ao realizar o login, é possível ter acesso ao histórico de exames, consultas e serviços do Sistema Único de Saúde (SUS). No campo “vacinas”, a plataforma disponibiliza as informações sobre o imunizante contra a Covid-19 aplicado, como a data de vacinação e o fabricante. Assim que a situação estiver regularizada e as duas doses constarem no sistema, ao clicar no campo “segunda dose”, o usuário poderá obter o documento a partir de um link na parte inferior do site. O ConecteSUS libera a possibilidade de emitir o certificado em português, em inglês e em espanhol.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias