Sábado, 04 de Dezembro de 2021
°

-

Polícia Roubo de motoristas

Polícia Civil de Santa Catarina prendeu dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de motoristas de aplicativo

Crimes ocorreram em Gaspar e Blumenau

20/11/2021 às 11h08 Atualizada em 20/11/2021 às 11h12
Por: Redação
Compartilhe:
Polícia Civil de Santa Catarina prendeu dois integrantes de uma quadrilha especializada em roubo de motoristas de aplicativo

A Polícia Civil de Santa Catarina identificou e prendeu nesta sexta-feira, 19, dois dos quatro suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em roubo de motoristas de aplicativo. A ação é da Polícia Civil em Gaspar.

Foram quatro meses de investigações que resultaram em dois mandados de prisão preventiva cumpridos em Camboriú e Itajaí.

Investigações

As investigações concluíram que quatros crimes foram praticados pela mesma quadrilha especializada no roubo de veículos. Dois homens e duas mulheres foram identificados.

Segundo a polícia, foram expedidos mandados de prisão preventiva contra os integrantes pela prática dos crimes de associação criminosa armada, roubo majorado e uma tentativa de latrocínio.

Prisões

Nesta sexta-feira, policiais civis de Gaspar e Ilhota cumpriram um mandado de prisão contra um homem de 37 anos que estava recolhido no Presídio de Itajaí e prenderam uma mulher de 34 anos em uma residência no bairro Monte Alegre, em Camboriú. Ela foi encaminhada ao Presídio de Itajaí. As diligências continuam para prender os demais integrantes.

Crime na região

A série de roubos começou no dia 4 de junho, quando um motorista de aplicativo de Blumenau foi acionado para fazer uma corrida até Gaspar. No caminho, os três ocupantes anunciaram o assalto sob a ameaça de uma arma de fogo e subtraíram o veículo, aparelho celular e R$ 300.

No dia 16 de junho, o grupo voltou a agir. Dois homens roubaram um motorista de aplicativo em Blumenau após solicitar uma corrida e, no percurso, já em Gaspar, anunciaram o assalto com uma arma de fogo e subtraíram o seu veículo, aparelho celular e R$ 100.

No dia 21 de junho, três homens tentaram subtrair um veículo na BR-470 após persegui-lo por alguns quilômetros pela rodovia. A vítima ainda tentou fugir do local, mas foi impedida após ter o veículo atingido com nove tiros, tendo um deles atingido a cabeça da vítima, que sobreviveu ao ataque.

Em 4 de julho, um motorista de aplicativo de Gaspar foi a quarta vítima do grupo criminoso. Ele foi acionado para atender uma corrida com destino a Ilhota e durante o percurso, ainda em Gaspar, um homem anunciou assalto mediante utilização de arma de fogo e subtraiu o veículo e um aparelho celular.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias