Segunda, 24 de Junho de 2024
14°C 21°C
Itapema, SC
Publicidade

Romanelli diz que troca de governos não resolveu a situação do pedágio

26/05/202319h48|porAssessoria ParlamentarCompartilheFacebookTwitterWhatsappCréditos:

26/05/2023 às 20h00
Por: Redação Fonte: Assembleia Legislativa - PR
Compartilhe:
 / Créditos: Divulgação
/ Créditos: Divulgação

"Entra governo de esquerda, sai governo de direita, e infelizmente continuamos padecendo dos mesmos problemas". A consideração é sobre a nova concessão de rodovias do Paraná e foi feita pelo deputado Luiz Claudio Romanelli (PSD) nesta sexta-feira, 26, em Francisco Beltrão. Segundo ele, há muita preocupação em relação ao preço das tarifas e quanto à garantia da execução das obras do novo sistema de pedágios.

“Nossa avaliação é de que a modelagem pode gerar uma tarifa de pedágio alta, que beneficia as concessionárias. Pelo que observamos no edital, ainda falta uma garantia real da execução das obras”, observou. Ele explica que o modelo aprovado pelo governo federal também prevê um degrau tarifário após a duplicação das rodovias. "Tem um lado bom, que é pagar a obra depois que estiver realizada. Mas ainda não conseguimos abrir a caixa preta da planilha. Poderemos pagar as obras antes na própria tarifa", alerta.

Romanelli disse que mesmo nos Lotes 1 e 2, que abrangem rodovias dos Campos Gerais e o acesso ao Porto de Paranaguá, e são “o filé mignon” da privatização de parte da malha estadual, podem ter tarifas artificialmente altas. Ele alerta para a necessidade de um amplo debate sobre os demais lotes, principalmente os das regiões Oeste e Sudoeste, que podem enfrentar problemas em relação às tarifas e as obras.

“São regiões mais complexas do ponto de vista das obras que devem ser realizadas. Poderemos ter uma tarifa com preço similar ao que era cobrado antes e sem a garantia das obras. Embora os leilões venham ser feitos pela lei das concessões, as empresas poderão apresentar a garantia que quiserem”, argumenta. Esse modelo, diz o deputado, fragiliza a garantia.

*Providências* - Romanelli se diz ainda indignado com as notícias de que o governo federal estuda aportar recursos em obras nas rodovias que serão concedidas em outras regiões do País para deixar as tarifas mais baratas nas futuras. “É uma proposta que não se aplicaria ao Paraná. O governo federal deve pensar que os paranaenses são filhos bastardos ou somos muito ricos”, considerou.

"Agora, nós não vamos desistir. Estamos tomando uma série de providências junto a ANTT, e alertando a sociedade e o setor produtivo para que questionem e pressionem o governo federal a dar as explicações necessárias e revisar o modelo de negócio das concessões. Ainda dá tempo de reavaliar essa modelagem e garantir tarifa baixa com as obras", completou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Itapema, SC
17°
Tempo nublado

Mín. 14° Máx. 21°

17° Sensação
1.34km/h Vento
96% Umidade
100% (50.36mm) Chance de chuva
07h03 Nascer do sol
05h29 Pôr do sol
Ter 14° 12°
Qua 20° 12°
Qui 17° 10°
Sex 20° 12°
Sáb 15° 11°
Atualizado às 20h03
Publicidade
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,39 -0,75%
Euro
R$ 5,79 -0,46%
Peso Argentino
R$ 0,01 -1,10%
Bitcoin
R$ 343,667,85 -5,84%
Ibovespa
122,636,96 pts 1.07%
Publicidade
Publicidade
Lenium - Criar site de notícias